Porecatu: Taxista é condenado a pagar r$ 2 mil ao prefeito por ofensa escrita no Facebook

0

Pois, pois, muitas pessoas ainda estão com aquele pensamento que rede social é “terra sem lei”, e, diante disso, se encorajam atrás de um celular distribuindo ofensas e acusações infundadas a torto e direito. E foi isso que aconteceu em Porecatu….

Um taxista bastante conhecido por seu jeito polêmico de se expressar e se dirigir aos políticos da cidade, teceu o seguinte comentário contra o prefeito em uma reportagem do Terceira Opinião realizada em janeiro do ano de 2019, abre aspas para ele: ““Vai ter que juntar muito dinheiro para comprar voto”. 

O prefeito Fábio Luiz Andrade processou o dono do comentário por danos morais, e através da decisão do último dia 30 de novembro, emitida pela juíza Elaine Patrícia Cripa, o famoso taxista foi condenado a pagar 2 mil reais ao prefeito.

Lembrando que quase dois anos após o comentário, nas eleições municipais do último dia 15 de novembro, o taxista polêmico foi candidato a vereador, mas não conseguiu se eleger. Enquanto isso, o prefeito citado foi reeleito.

Prefeito Fabinho e os Titãs.

Como diria a Banda Titãs (na imagem da matéria com o prefeito e a primeira dama): É preciso ter cuidado, Pra mais tarde não sofrer…

Que fase!

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×