Ministro planeja criar imposto sobre transações pela internet

0

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (18) que a ideia de tributar transações financeiras foi considerada desde o início das discussões da reforma tributária, mas que a CPMF virou “um imposto maldito”. No entanto, aproveitou para afirmar que um tributo do tipo pode ser criado de olho em transações feitas pela internet.

“Se ninguém quer CPMF, não existe. A ideia sempre foi tributar transações digitais. Precisa de algum imposto, estamos procurando”, comentou, em coletiva de imprensa em Brasília.

 Ele também afirmou que as transações financeiras via web serão cada vez mais comuns nos próximos anos.

“Você nem vai passar mais em banco, [vai]transferir dinheiro pelo celular. Como vai tributar essa transação? Essa transação digital? Você precisa de um imposto. Tem que ter um imposto para transação digital”, acrescentou, sem dar outros detalhes sobre o estudo da equipe econômica.

A proposta original do governo era criar uma contribuição sobre movimentações financeiras, em um mecanismo semelhante à CPMF, para financiar a desoneração da folha.

Comentários

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro