Candidato a prefeito de Centenário do Sul cometeu “fake news” ao informar sua profissão

0

Pois, pois, o candidato a Prefeito de Centenário do Sul, Caio Pazzotti, informou à Justiça Eleitoral, num primeiro momento, que sua profissão era de Advogado.

No entanto, ele esqueceu que de acordo com as diretrizes da OAB ele não é, e nunca ocupou esta posição, diante disso, teve de fazer alteração em seu registro de candidatura. Em uma reportagem do jornal “Estado de Minas”, a Conselheira da OAB Cínzia Barreto disse: 

“Os que fazem uma graduação e se graduam mas não fazem ou são aprovados no exame da OAB, são bacharéis em direito mas não podem ser chamadas de advogados”.

O TSE mantém um site de divulgação de candidaturas onde as informações postadas são exclusivas do candidato, mas são conferidas pela Justiça Eleitoral de cada Comarca e pelo Ministério Público. Com certeza, ele deve ter recebido um belo “puxão de orelha”. Inclusive, Caio já respondeu uma ação por esse motivo (Exercício Ilegal de Profissão) no ano de 2017.

Agora, ao consultar o site (imagem acima), sua “ocupação” está informada como OUTROS. Lembrando que, legalmente, o candidato é BACHAREL EM DIREITO e não ADVOGADO.

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×