Porecatu: Empresa que vendeu ambulância mas não entregou vai devolver o dinheiro

0
Em comunicado divulgada pelo MP-PR nesta semana, a polêmica da compra de uma ambulância tem tudo para chegar ao fim em Porecatu. 
Uma empresa que vendeu uma ambulância, recebeu e não entregou o veículo se comprometeu a devolver o valor com todas as devidas correções.
Conforme apurou o MPPR em inquérito civil, a compra foi feita por meio de pregão ocorrido em 9 de dezembro de 2019, com pagamento do preço da ambulância (R$ 163 mil) em 5 de junho de 2020. Entretanto, o veículo não foi entregue ao Município pela empresa vencedora do pregão.
Em contato com a Promotoria de Justiça no curso do inquérito, o representante da empresa alegou impossibilidade de encontrar o veículo no mercado e concordou em fazer a restituição do valor pago que, com correção monetária, chega atualmente a R$ 170.423,26.
A recomendação estabelece o prazo de dez dias para que o prefeito informe as medidas a serem adotadas para a restituição do montante pago.
Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×