Mulher que teve o corpo queimado após o companheiro atear fogo em residência em Maringá morre no hospital

0

    A técnica de enfermagem, Daniela de Fátima Navalon de 41 anos, morreu no Hospital Universitário de Londrina, na ala de queimados. Ela foi transferida do Hospital Universitário de Maringá. Daniela teve cerca de 30% do corpo queimado após o seu marido, de 41 anos, atear fogo em uma residência, afirmando que iria matar toda a sua família durante uma briga. No Conjunto Odwaldo Bueno Neto, em Maringá. O caso ocorreu no dia 15 do mês passado.

    De acordo com a Polícia Militar, no dia do acontecido, os policiais se depararam com gritos vindo de dentro da casa que já estava em chamas e um forte odor de gás, devido à situação, o Corpo de Bombeiros foi acionado. Em averiguação os policiais perceberam que dentro da residência havia a mulher e o autor que estava bastante alterado, em todo momento ele falava que iria matar a vítima.

   Mesmo com toda a situação de risco a vida, os policiais foram para cima do agressor e conseguiram conter ele ainda no imóvel em chamas. A vítima, Daniela, foi retirada do local juntamente com o criminoso, os dois precisaram ser socorridos, ele foi encaminhado para o Hospital Metropolitano de Sarandi sob escolta policial, já a mulher foi levada Hospital Universitário de Maringá com queimaduras pelo corpo. A equipe do 5°GB realizou o controle das chamas que destruiu parte do imóvel.

   Segundo o relato da filha da vítima, o agressor teria trancado ela e a mãe além de seus irmãos em um quarto, a filha conseguiu quebrar o vidro de uma janela onde saiu da residência juntamente com os irmãos quando conseguiu pedir socorro. O autor após receber alta médica, foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil onde se encontra preso, ele foi autuado. Daniela trabalhava no Hospital Memorial Uninga.

Fonte: EVN notícias

 

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×