Jovem moradora de Colorado é curada de câncer e recebe linda homenagem em hospital

0

Reportagem Paraná Portal 

Emanuele Mendes de Marchi, paciente com câncer, recebeu uma homenagem da equipe de enfermagem e médicos do Hospital Bom Samaritano, em Maringá, após descobrir que estava curada. Em um vídeo publicado nas redes sociais, a mulher, de 33 anos, chora com o carinho expressado pela equipe.

No dia 21 de fevereiro, após oito meses de tratamento, Manu de Marchi recebeu alta após um tratamento agressivo de LMA (leucemia mieloide aguda). O dia, que já era de imensa felicidade, recebeu uma importância maior quando a paciente recebeu uma homenagem no momento que deixava o hospital.

Não tem como não se emocionar… 🙏🏼😍😍😍😍 Isso aconteceu próximo de nós. Hospital de Maringá…

Publicado por Jhou Oliveira Leonel em Sábado, 22 de fevereiro de 2020

 A equipe de enfermagem, médicos e recepcionistas, além de amigos e familiares, preparou uma surpresa para Manu: quando entrou no corredor de saída,  foi surpreendida com a equipe a esperando com flores.

“Quando encontrei eles no corredor, levei um susto…quase me faltou oxigênio. Mas a primeira coisa que pensei foi: ‘Deus obrigada por tudo isso’. Me senti amada e adorada. Sou muito grata a equipe do hospital, aos meus médicos que não mediram esforços nenhum minuto para me salvar quando me desenganaram. O que resume essa homenagem é gratidão”, contou Emanuelle.

Além das rosas, a paciente ganhou presentes e abraços, além de uma canção emocionante. O vídeo foi compartilhado no dia 22 de fevereiro e soma mais de duas mil visualizações. Agora, em casa, o tratamento continua com vitaminas e suplementação.

“Hoje estou cuidando do pulmão, após uma pneumonia e infelizmente se agravou. Então, ainda estamos devagar. Mas a felicidade de vencer o câncer é imensurável”, contou a paciente curada após oito meses.

 

LUTA CONTRA LEUCEMIA DUROU OITO MESES

O tratamento de leucemia foi iniciado em maio de 2019 e os primeiros sintomas foram dores nos pés e nas mãos. Depois de muita insistência da mãe, Manu procurou um médico para fazer alguns exames de rotina, já que acreditava que os sinais eram de artrite ou artrose.

Depois do resultado, ela passou por outros especialistas, incluindo um hematologista. “Por fim, quem diagnosticou o que eu tinha foi a hemato, com simples mielograma, sem biópsia.” Em seguida, ela foi encaminhada para um oncologista. Após trinta dias, o resultado positivo para leucemia mieloide aguda.

 

No final do ano, Manu de Marchi precisou ficar internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por conta de uma pneumonia. Quando foi para o quarto, em janeiro, a equipe de enfermagem preparou a primeira surpresa e decorou o local com balões para deixar o clima mais agradável.

“Estou muito anestesiada ainda. Glorifico a Deus a todo tempo, Foi Ele quem respirou por mim quando precisei. Peço a todos que irão ler essa reportagem que orem por mim, porque a batalha ainda não acabou, temos cinco anos pela frente”, finalizou Manu de Marchi.

Comentários

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro