Em Jaguapitã, homem reage a abordagem policial e termina hospitalizado

0

Não se fala em outra coisa no município de Jaguapitã. Um possível excesso por parte de um policial militar acabou deixando um morador hospitalizado no último final de semana. 

Segundo informações extraoficiais, tudo começou em uma abordagem em que o rapaz agredido teria entrado em vias de fato (briga) contra um dos policiais após discordar da ação da PM que queria apreender o veículo que estava em sua posse.

O resultado disso não foi nada bom: O morador, popular Samuel Taxista, 39 anos, após conseguir ser algemado foi agredido brutalmente e acabou desmaiando.

Ele foi encaminhado ao Hospital Universitário em Londrina onde permanece até a presente data. 

De acordo com informações que colhemos junto a esposa do morador, ele ficou em coma induzido com luxações nos braços, problemas nos rins e pulmão e a cabeça muito inchada devido as agressões. Ela relatou que ainda não conseguiu visitá-lo por proibições do hospital.

COMUNICADO OFICIAL DA POLÍCIA MILITAR 

Em reportagem à página Cidade Notícia, o 15º Batalhão da Polícia Militar representando pelo Tenente Fracaro deu sua versão oficial sobre o ocorrido. Segundo o Tenente, de acordo com as informações que foram colhidas não houveram excessos por parte dos militares e eles tiveram que usar de uma força moderada para conter o morador que teria partido para agressões físicas.

MANIFESTAÇÃO PACÍFICA SERÁ REALIZADA NESTA TERÇA (22)

Em apoio ao Samuel Taxista, moradores de Jaguapitã irão realizar um “Protesto” de maneira pacífica em frente ao prédio do Fórum da Comarca. 

A manifestação ocorrerá a partir das 16h. O intuito é obter uma resposta das autoridades sobre o ocorrido.

 

Comentários

Os comentários estão desativados.