Bebê que estava na UTI esperando por exames médicos morre em Londrina

0

        Nesta quinta-feira (04), o bebê Antenor Couto Barufo, de quatro meses, morreu após ficar 20 dias internado aguardando por diagnóstico médico na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HU (Hospital Universitário) de Londrina.  

 

          A mãe de Antenor, Angélica Aparecida Couto, relatou que o filho deu entrada em um posto de saúde de Sertanópolis, no Paraná, com sintomas de infecção urinária. Após ser transferido para Ibiporã, os médicos então decidiram enviá-lo para Londrina para que o bebê pudesse ser diagnosticado corretamente.

 

          A princípio, os médicos analisaram que a criança teria neuropatia, uma doença que afeta o sistema nervoso. Porém, era necessário que exames complexos fossem realizados para confirmar a doença e então o bebê pudesse ser medicado com uma enzina que poderia salvar sua vida. A demora no diagnóstico, fez com que o estado de saúde de Antenor se agravasse rapidamente, e ele não resistiu.

 

         Em entrevista, o HU de Londrina informou que não dependia da unidade acelerar o processo do diagnóstico, mas sim dos laboratórios responsáveis pelo exame.

Imagem/Fonte: 24horas Paraná

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×