Que tiro foi esse? Final do regional em Cafeara termina com tiro para o alto e vitória de Maringá

0

Parece brincadeira mas não é. A final do regional de futsal em Cafeara terminou com tiro, confusão e bomba, literalmente. Muita confusão por parte da torcida com a arbitragem, bombas do lado de fora do ginásio e tiros para o alto dentro da quadra, por parte de um policial militar “sem noção”.

O JOGO

Cafeara e Maringá fizeram uma final equilibradíssima. Um jogaço de futsal de tirar o fôlego. O primeiro tempo foi cheio de chances para ambos os lados e poucos gols. A primeira etapa terminou 02×01 para o time da casa.

O segundo tempo foi cheio de gols e com uma parte final de jogo emocionante. Faltando 7 minutos, Maringá vencia por 04×02. Em três minutos Cafeara fez 04 gols, e virou o jogo para 06×04. No minuto seguinte, Maringá fez mais dois e empatou à partida em 06×06. Cafeara teve um tiro livre faltando 2 minutos e desperdiçou. Maringá fez mais dois gols em sequência e faltando 40 segundos para acabar, o placar estava 08×06 para a equipe maringaense. Cafeara não desistiu e faltando pouco mais de 20 segundos fez mais um gol deixando o placar em 08×07 para o time adversário.

Mas após o gol teve muita confusão e o placar se encerrou em 08×07 e o título para o time de Maringá. 

MUITA CONFUSÃO E TIROS DENTRO DO GINÁSIO POR PARTE DE UM POLICIAL MILITAR

A confusão se iniciou após a equipe que estava na mesa “dormir no ponto” e deixar o cronômetro correr alguns segundos após o gol de Cafeara. E como nessa parte do jogo cada segundo vale ouro, torcedores e o time da casa foram para cima da equipe que estava na mesa.

A polícia militar foi acionada (apenas dois policiais estavam no local). Contudo, mesmo com os PM´s por ali, a torcida continuou com os ânimos quentes e ameaçando a equipe de arbitragem. E foi aí, que o k-suco azedou ainda mais.

A confusão não acabava, com isso, por conta própria, um policial militar fez sinal que a partida estava encerrada, dando o título para o time de Maringá. Diante disso, torcedores na arquibancada arremessaram latinhas em direção ao policial que estava dentro da quadra e ele, inexplicavelmente, sacou uma arma e fez alguns disparos para cima, assustando todo o público presente. 

Crianças choraram aos montes, pessoas se abaixaram e correram para fora do local. Após o tiro, policiais foram até a torcida e a confusão demorou por mais alguns minutos.

Um jogaço de futsal terminou de forma feia, com um ato de puro despreparo por parte de um policial militar.

Comentários

Os comentários estão desativados.