PF investiga fraude na construção de hospitais de campanha no RJ

0

O Superior Tribunal de Justiça (STF) autorizou hoje 12 mandados de busca e apreensão. Desses, 10 estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro e dois em São Paulo. Segundo a PF, as investigações que seguem em sigilo, apontam para a existência de um esquema de corrupção nos hospitais de campanha do estado. 

Conforme a Polícia Federal, a organização contratada para construir os hospitais na campanha do covid-19, Iabas é suspeita de ter corrompido agentes públicos para desviar recursos da área de saúde. 

O governador do RJ, Wilson Witzel, afirmou não ter participação no caso e que está à disposição da Justiça para esclarecimento, “meus sigilos abertos e estou tranquilo sobre o desdobramento dos fatos. Sigo em alinhamento com a Justiça para que se apure rapidamente os fatos. Não abandonarei meus princípios e muito menos o Estado do Rio de Janeiro”.

O governo do Estado não entregou os hospitais prometidos. A Justiça até deu um prazo para o cumprimento da campanha e Witzel prometeu entregar após a ação judicial.   

 

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×