Pesquisa do MP com a população em Centenário do Sul aponta o que deve ser melhorado no setor de saúde

0

Como informamos em reportagem feita em dezembro de 2017, moradores de Centenário do Sul participaram de uma pesquisa realizada pela Promotoria de Justiça da comarca para avaliar o atendimento prestado pelo serviço de saúde do Município. O resultado das avaliações foi utilizado como base para a instauração de um procedimento administrativo junto à Secretaria de Saúde, com o objetivo de melhorar o atendimento da população a partir dos pontos evidenciados na pesquisa e certificar o município no Selo Bronze do Programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde.

A falta de medicamentos destacou-se como a principal reclamação, seguida do atendimento prestado pelos profissionais de saúde. A ausência de médicos, o tempo de espera para a realização de exames, a falta de estrutura e de ambulâncias e o favorecimento de pessoas no atendimento também estão entre as questões apontadas.

A pesquisa aconteceu entre os dias 20 de dezembro de 2017 e 21 de janeiro deste ano, quando foram disponibilizadas urnas no hospital municipal, na Secretaria de Saúde e nas três unidades básicas de saúde da cidade. Totalizaram-se 241 participantes, que deixaram críticas, sugestões e reclamações em formulários abertos.  Veja os dados completos da pesquisa a seguir:

URNAS
RESULTADO PESQUISA MP (1)

ADMINISTRAÇÃO JÁ SE MOVIMENTA PARA CORRIGIR OS ERROS

Entramos em contato com representantes da administração de Centenário do Sul que nos informaram que medidas já estão sendo tomadas para corrigir os erros apontados pela população. Além disso, eles agradeceram a participação dos moradores que enviaram dezenas de sugestões.

CAFEARA E LUPIONÓPOLIS E O USO EXCESSIVO DO WHATSAPP

Em conversa com o representante do Ministério Público, promotor Renato Sant’anna, além de comentar os números apontados pela pesquisa em Centenário do Sul, ele fez questão de relatar uma crítica constante que recebe quanto à prestação de serviço nos setores da saúde dos outros dois municípios da comarca, Cafeara e Lupionópolis, que já são selo Bronze na qualificação do APSUS!

Segundo o promotor, ele tem recebido inúmeras reclamações que servidores estão fazendo uso do celular, mais precisamente do WhatsApp, no horário de trabalho e isso está afetando no bom atendimento da população.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *