Operação “Boi na linha” prende 21 na região; Moradores de Centenário do Sul e Jaguapitã estão na lista

0

A Polícia Civil com apoio da agência de inteligência do 15º Batalhão da PM deflagrou, na manhã desta quarta-feira (22), uma operação que investiga pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em extorquir pessoas que tinham seus carros roubados.

A ação policial batizada como “Boi na linha” foi realizada nos municípios de Rolândia, Arapongas, Centenário do Sul, Jaguapitã e Bandeirantes. Foram 25 mandados de prisão: 21 sendo conduzidos nesta quarta e três que estavam presos. Um elemento continua foragido.

Além das prisões, cerca de 30 mandados de busca e apreensão também foram realizados.

Em Centenário do Sul foi preso Edvan Alves da Silva, em Jaguapitã, Cintia da Silva Terra.

Segundo a polícia, os investigados ligavam para as vítimas, falavam que estavam com os carros e pediam uma quantia de dinheiro para devolvê-los. 

A Polícia Civil informou que os suspeitos conseguiam informações sobre os roubos em anúncios publicados em redes sociais. Com estes dados, eles ligavam e ameaçavam as vítimas do roubo pedindo depósitos entre R$ 200 e R$ 2 mil como resgate.

De acordo com a polícia, parte dos alvos são pessoas que eram responsáveis por sacar o dinheiro e redistribuí-lo entre os outros membros do grupo.

Segundo a investigação, as movimentações bancárias eram feitas em casas lotéricas para evitar o rastreamento do dinheiro.

A investigação da polícia aponta que o grupo fazia cerca de cinco golpes por semana.

Com informações de G1 e RPC

Comentários

Os comentários estão desativados.