Mulher guarda corpo da avó no freezer por 15 anos para seguir recebendo pensão

0

Cynthia Black, acusada de manter o corpo da avó em freezer

Aconteceu na Pensilvânia, nos Estados Unidos, uma mulher de 61 anos manteve o corpo de sua avó em um freezer por 15 anos para continuar recebendo os benefícios da previdência social da idosa. Conforme o jornal The Philadelphia Inquirer, Cynthia Black recebeu cerca de mais de US$ 186 mil (cerca de R$ 991 mil) do governo federal no total. 

A avó de Cynthia faleceu em 2004 aos 97 anos, ela encontrou o corpo de Glenora Delahay, a idosa, escondeu em um freezer e transferiu o benefício para a conta da mãe, Glenora Waltzinger, que morreu em 2011, e depois para Glenn Black Jr com quem aparentemente manteve um relacionamento até 2018.

Em 2007, Cynthia teria se mudado com a família para uma cidade com cerca de 160 km de distância de onde vivia. Ela afirmou à polícia que escondeu o corpo em um freezer porque precisava do dinheiro para manter a hipoteca de uma casa nova. Quando se mudou, levou o corpo da avó junto e em 2018, Glenn foi preso por agressão, Cynthia foi embora e a casa ficou fechada.

No início de 2019, duas mulheres que representantes de empresas de hipotecas foram visitar a casa e encontraram os restos do corpo em um saco de lixo, no freezer. Após esse tempo, na última quarta-feira, Cynthia foi encontrada e presa.

 

 

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×