Menina Sophia: Polícia abre inquérito para apurar morte de outro filho do casal

0

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar as circunstâncias da morte da outra criança dos pais de Sophia Emanuelly, de 1 ano, morta na última terça-feira (18) em Arapongas. A informação foi repassada pelo delegado-chefe da 22ª Subdivisão Policial de Arapongas, Maurício de Oliveira Camargo, em entrevista à nossa equipe nesta segunda-feira (24).

De acordo com o delegado, o casal Eduarda da Silva e Roger da Silva Ribeiro tiveram quatro filhos – além de Sophia, há uma menina recém-nascida de menos de um mês de vida, uma menina de quatro anos e outra criança que morreu provavelmente antes do nascimento de Sophia, quando o casal morava em Apucarana.

Doutor Maurício relata que a outra criança morta devia ter aproximadamente a mesma idade de Sophia, talvez um pouco mais. Segundo o delegado, a Polícia segue com uma investigação à parte porque a morte dessa criança não foi esclarecida nos depoimentos da família.

O delegado afirmou também que não descarta a possibilidade de desenterrar o cadáver desta outra criança para elucidar a causa da morte. “Ficou provado que ele (Roger) é um psicopata, desequilibrado e maníaco, não tenho outros adjetivos para descrever”, afirma doutor Maurício. Além disso, Roger é traficante e havia um mandado de prisão em aberto contra ele.

Segundo o delegado, uma tia da pequena Sophia ficou responsável pelo sepultamento da sobrinha. Ela não teve a identidade divulgada, mas também prestou depoimento à polícia, de acordo com doutor Maurício. Ela é irmã de Eduarda.

Os pais de Sophia e a avó materna, Maria Aparecida da Silva, estão presos.

 

 

Fonte: Cobra News

Comentários

Os comentários estão desativados.