Incêndio de grandes proporções foi registrado na noite de terça-feira(20) em Porecatu

0

Um grande incêndio foi registrando na noite de ontem(20) às margens da rodovia João Lunardelli (PR170) em Porecatu.

Uma força tarefa foi feita para combater o incêndio, mobilizando equipe da Prefeitura Municipal com ajuda de caminhões pipa da Cocal, de Florestópolis e do Condomínio Forte Real. Ao todo foram utilizados seis(6) caminhões pipa no combate.

No incêndio uma oficina de um morador chamado Benigno ficou quase toda queimada e uma lavoura de milho destruída. Tinha fogo próximo aos Eucaliptos e os esforços se intensificaram para que uma chácara não fosse atingida.

O Corpo de Bombeiros de Cambé foi acionado e uma equipe foi deslocada para auxiliar no combate.

Na manhã desta quarta-feira foi possível ter noção do tamanho da destruição que o fogo causou. Veja imagens abaixo.

A Prefeitura Municipal de Porecatu por meio da secretaria de Meio Ambiente publicou nota com informações sobre as consequências legais das queimadas.

Prática de queimadas é crime e acarretará multa

”A Secretaria de Meio Ambiente informa que a prática das “queimadas”, seja em área rural ou urbana, é crime, na medida em que infringe o artigo 54 da Lei do Meio Ambiente (Lei Federal 9605, de 12/2/98).

Esse artigo preconiza que “é crime causar poluição, de qualquer natureza, em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora e/ou causar poluição atmosférica que provoque a retirada, ainda que momentânea, dos habitantes das áreas afetadas, ou que cause danos diretos à saúde da população”. A pena é de reclusão de um a quatro anos, e multa.

Portanto, precisamos do apoio da população para lutar contra esse tipo de crime denunciando quem estiver provocando queimadas. Os infratores podem ser denunciados na Secretaria do Meio Ambiente, pelo telefone 3623-3100.”

Comentários

Os comentários estão desativados.