Fãs vão ao show, mas cantor de funk Gaab alega calote e não comparece em Florestópolis

0

Uma situação desagradável aconteceu no último domingo, 25 de fevereiro, no município de Florestópolis. Um show de Funk do cantor GAAB que era para ser realizado não aconteceu e nenhum tipo de comunicado prévio foi dado deixando dezenas de pessoas que compareceram ao evento furiosas.

O evento foi realizado pela RP Eventos, do produtor popularmente conhecido como “Pinduca”. A festa foi feita por intermédio da empresa E-music, que teria agendado um show do funkeiro em Londrina, no mesma data que seria feito em Florestópolis.

Mas por fim, só o show no município londrinense aconteceu.

RP EVENTOS ALEGA CALOTE

Entramos em contato com o produtor do evento, dono da empresa RP e ele alegou que tomou um calote da empresa E-music. A produtora alegou que o show custaria R$ 10 mil para ser feito em Florestópolis. Segundo ele, a RP teria pago metade do valor (R$ 5 mil), mais R$ 600,00 para a Van que seria usado no translado do artista.

No dia da atração, a E-music pediu a outra metade e o produtor do evento em Florestópolis disse que só teria R$ 2 mil. Com isso, a empresa sediada em Londrina disse que o funkeiro não compareceria ao show de Florestópolis. O que foi confirmado posteriormente.

O dono da RP disse à reportagem que ligou na produtora do funkeiro em São Paulo  na segunda-feira (26) e soube que foi enganado pela E-music. A GR6 (empresa responsável pleo artista) teria dito a ele que cobrou R$ 12 mil pelos dois shows, em Londrina e Florestópolis.

Por fim, o popular “Pinduca”, produtor do evento, enfatizou que foi sacaneado pela E-music e que irá processar a empresa. Ele exibiu uma troca de mensagens com o responsável pela E-music (por volta das 21h00 de domingo) em que pedia para o show ser realizado e que iria pagar o valor que faltou do próprio bolso, no dia seguinte.

Contudo, apesar de dizer que foi o primeiro evento mal sucedido feito pela sua empresa, ele não explicou com clareza como vai agir com o público comprou os convites com o intuito de ver a atração principal que não veio.

No vídeo a seguir feito após a confirmação do cancelamento do show e divulgado nas redes sociais, algumas pessoas ofendem o produtor do evento:

ENTRAMOS EM CONTATO COM A GR6

Entramos em contato com a GR6 eventos, responsável pelos shows do cantor GAAB. De forma bem sucinta, eles nos relataram que não foi realizado o show em Florestópolis devido ao não pagamento do cache combinado anteriormente com os contratantes. Contudo, eles não nos informaram os valores que foram cobrados.

 

ENTRAMOS EM CONTATO COM A E-MUSIC

O responsável pela empresa E-music foi procurado pela reportagem e resumidamente eles nos informou que o show não aconteceu devido ao valor combinado não ser pago integralmente. Além disso, ele enfatiza que o baixo público presente teria prejudicado.

Ouça um trecho da conversa que tivemos via áudio de Whatsapp.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *