Excesso de álcool pode reduzir imunidade e comprometer eficácia de vacinas

0

Ainda não um consenso entre os cientistas sobre a interferência de bebidas alcoólicas na eficácia das vacinas contra o novo coronavírus. Mas, especialistas alertam que o uso excessivo de álcool pode reduzir a imunidade e comprometer a eficiência das vacinas.

 

Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizantes, não há nenhuma restrição sobre o uso de álcool, nem antes ou depois da aplicação das vacinas Coronavac e Astrazeneca. Ainda assim, o uso crônico ou abusivo de bebidas alcoólicas pode enfraquecer o sistema imunológico e aumentar o risco de infecções.

 

Se você beber álcool em grande quantidade vai sim afetar o sistema imunológico naquele período das 48 horas após uso e pode interferir na resposta da vacina. A gente não tem como garantir se altera ou não, mas existe essa possibilidade forte porque ele altera bastante a imunidade”, relatou a infectologista Elna Amaral.

 

Diante disto, o médico Thyberio Giorgy orientou que, caso o paciente esteja prestes a ser imunizado, que evite o consumo de álcool.

Fonte: G1

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×