Duas mulheres são presas com drogas na “pepeka” na Delegacia de Porecatu

0

A polícia civil recebeu uma denúncia que uma mulher estaria transportando drogas nas partes íntimas para ser entregue em horário de visita na Cadeia Pública de Porecatu.

E não deu outra. Após a agente carcerária efetuar revista, foi encontrada uma embalagem com 30 gramas de cocaína na vagina da suspeita, Thainara Pinheiro de Lima, moradora de Florestópolis.

Mas não parou por aí. Ao ser questionada, Thainara “dedurou” outra mulher que estaria transportando droga nas partes íntimas. Aline Thayana Raimundo, moradora de Londrina, foi revistada e estava com 95 gramas de maconha “escondidas” na vagina.

As proprietárias das “pepekas traficantes” foram presas em flagrante.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *