Dezenas de pessoas podem ter caído no “Golpe dos Bitcoins” em Lupionópolis

0

Quem é que não sonha em ficar rico? Quem é que não quer multiplicar o seu patrimônio financeiro de forma fácil? Foi com essas promessas que uma empresa do estado de São Paulo atraiu dezenas de investidores de Lupionópolis e região.

Pessoas de todas as classes, baixa, média e alta, investiram valores que vão de 5 mil reais até mais de 100 mil.

PROMESSA DE INVESTIR EM BITCOIN

A empresa em questão se reuniu com os interessados e prometeu aplicar o dinheiro investido nos famosos “Bitcoins”. Para quem não sabe, Bitcoin é uma moeda virtual, uma espécie de dinheiro eletrônico. 1 Bitcoin está custando pouco mais de 23 mil reais atualmente, mas já chegou a custar mais de 60 mil reais.

Expondo esses valores altos, em uma reunião em um clube de Lupionópolis, eles mostraram extratos bancários, prometeram um retorno rápido e um rendimento alto que seria pago todo mês. Venderam um sonho que deu certo…

Muitas pessoas foram “seduzidas” pelo “Bitcoin”. Grande parte delas investiram valores substanciosos, chegando a vender veículos e bens materiais. Outras, até empréstimos bancários realizaram para não perder a oportunidade de entrar em um “grande negócio”.

EMPRESA PAROU DE PAGAR INVESTIDORES

E o sonho está virando pesadelo. Segundo informações de pessoas que entraram no negócio, eles cumpriram o combinado nos dois primeiros meses. Depois disso, ninguém mais viu a cor do dinheiro.

Os investidores de Lupionópolis e região estão há pelo menos três meses sem receber um centavo do combinado. Uma pessoa que não quis se identificar disse à reportagem: “Eu acreditei no pessoal e investi o dinheiro que eu consegui guardar durante toda minha vida de trabalho pesado, enfrentando o sol quente”.

Agora, resta acreditar na promessa dos proprietários da empresa, os “vendedores de sonhos”, que afirmaram que vão devolver o dinheiro investido. Mas, o tempo está passando e a possibilidade disso não ter passado de um grande GOLPE aumenta cada vez mais.

NENHUM BOLETIM DE OCORRÊNCIA REGISTRADO

Apesar de indícios cada vez mais fortes, de que essas pessoas caíram em uma “cilada financeira”, entramos em contato com à polícia civil de Centenário do Sul que nos informou que até o momento nenhum boletim de ocorrência com relação a esse caso foi registrado.

 

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *