Deputado quer que médicos do serviço público “batam ponto” a cada meia hora

0

Um projeto de criação do deputado estadual Matheus Petriv, conhecido como Boca Aberta Júnior (PROS) está gerando polêmica no meio médico. O documento apresentado pelo parlamentar quer obrigar os médicos do serviço público a baterem o ponto a cada meia hora durante os plantões nas unidades de saúde e hospitais. A medida seria válida para o estado do Paraná.

O deputado afirma que a proposta foi realizada com a intenção de coibir que os profissionais durmam durante o serviço, segundo ele, principalmente nos plantões noturnos.

Comentários

Os comentários estão desativados.