Bandido que explodiu Banco do Brasil em Centenário do Sul morre em penitenciária de Londrina

0

Com informações de Tarobá News

Um preso da unidade 2 da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL) perdeu a vida na manhã desta segunda-feira, 07 de janeiro, após passar mal dentro da cela. A vítima foi identificada como Fábio Ravelux de 41 anos. Ele estava preso por roubo desde julho de 2016.

Segundo o diretor da unidade, Reginaldo Peixoto, por volta das 9h os colegas de cela alertaram os agentes carcerários de que o homem estaria passando mal. Ele foi levado à enfermaria, onde teve uma parada cardiorrespiratória.

A equipe da PEL 2 e, posteriormente, os médicos do Samu tentaram reanimar o detento, mas não tiveram sucesso.  A causa da morte será confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML).

Peritos do Instituto de Criminalística foram até o local para investigar o local da morte.

DETENTO FAZIA PARTE DE GRUPO CRIMINOSO QUE EXPLODIU BANCO DO BRASIL EM CENTENÁRIO DO SUL

Fabio Havrelux, 41 anos, fez parte da quadrilha que explodiu caixas eletrônicos no Banco do Brasil do município de Centenário do Sul, na data de 05 de março de 2016. Na ocasião, um policial militar foi alvejado por um dos bandidos e ficou ferido.

Fábio (à esquerda).

Ele foi condenado pelo poder judiciário local no dia 22 de dezembro de 2017. Sua sentença era de 22 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado.

 

 

Comentários

Os comentários estão desativados.