Aumento no preço do óleo diesel desagrada caminhoneiros e nova greve não está descartada

0

O aumento do preço do óleo diesel em 10 centavos, anunciado nesta quarta-feira (17) pela Petrobras, não agradou aos caminhoneiros. Segundo Wanderlei Alves, o Dedeco, os motoristas estão se articulando para fazer uma nova greve, como a de 2018. E isso pode acontecer em 10 dias.

“Infelizmente o governo pagou para ver”, disse ele, em um vídeo divulgado na noite desta quarta (17), sobre o aumento anunciado pela Petrobras. Alves, que é de Curitiba, foi uma das lideranças da paralisação do caminhoneiros ocorrida em maio de 2018.

Comentários

Os comentários estão desativados.