Anticoagulante reduz em 70% a infecção do coronavírus

0

Um estudo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) junto com cientistas da Inglaterra e Itália mostrou que a substância heparina não combate somente distúrbios de coagulação, mas também parece ser capaz de dificultar a entrada do vírus nas células. 

A heparina afeta vasos do pulmão, prejudicando a oxigenação e resultando no impedimento da entrada do vírus na célula. E se o vírus não entra na célula, ele não se multiplica, não tendo sucesso na infecção. 

O estudo descobriu em testes de laboratório que a heparina reduz em 70% a invasão das células pelo Sars-Cov 2. Agora, os pesquisadores estão trabalhando para identificar uma molécula que apresente o mesmo efeito da heparina, mas que cause menos sangramento, o que é um efeito colateral com potencial elevado.   

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

×