Agressão contra mulher: Vereador de Jaguapitã ficará de tornozeleira eletrônica

0

Pois, pois, o vereador do município de Jaguapitã, Carlos Santa Cruz, mais conhecido como Carlinhos da Farmácia, ficará usando tornozeleira eletrônica. 

Na última segunda-feira, 09 de maio, ele colocou o aparelho de monitoramento. A decisão veio semana passada, após um pedido de prisão preventiva realizado pela polícia civil. O poder judiciário optou pela penalização com a tornozeleira eletrônica neste primeiro momento.

CRIMES 

O vereador foi acusado, mais de uma vez, de agressão contra a ex-mulher. Carlinhos teria agredido a vítima fisicamente no começo do ano e retornado com as agressões entre abril e maio. Na primeira vez, a ex-mulher teria entrado com uma medida protetiva, mas retirou alguns dias depois. No entanto, o crime se repetiu e ela procurou a polícia. 

Além disso, o parlamentar teria desacatado e faltado com respeito com a servidora da polícia civil durante o seu depoimento. 

Após tomar conhecimento dos ocorridos, o Delegado responsável pelo caso, Maurício de Oliveira Camargo, entrou rapidamente com o pedido de prisão preventiva.

Em breve conversa pelo telefone, Maurício disse à nossa equipe de reportagem que essa resposta rápida da polícia civil, do ministério público e do poder judiciário, serve para mostrar aos “machões” de Jaguapitã que esse tipo de crime será devidamente combatido. “Doa a quem doer”, afirmou o Delegado. 

O MP enviou o processo ao Poder legislativo de Jaguapitã. Resta saber, se os nobres vereadores terão coragem de cassar o mandato do colega agressor, por quebra de decoro parlamentar. 

O processo segue tramitando no poder judiciário em segredo de justiça.

 

 

 

Comentários
Compartilhar.

Os comentários estão desativados.

Importante: Nós usamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso Site. Para saber mais sobre nossas políticas, veja em Política de  Privacidade.

Criado por WP RGPD Pro
×